uh… botões…

Que fazer com gente que anda nos elevadores como se andasse de carrossel? Isto é, sobe quando quer descer e desce quando quer subir?

Desde logo me assusta a ideia de alguém acrescentar voluntariamente um par de minutos que seja a habitar aquele cubículo sem ar e sem espaço pessoal.

Mas quando vejo gente que não sabe carregar -apenas- no botão “subir” se quiser subir, ou -apenas- no botão “descer” se quiser descer… Dirão no limite que estão a reservar lugar, não vá a coisa encher. O que lhes escapa é que a coisa enche precisamente porque há gente a “marcar lugar”. Quer-se descer e o elevador, a descer, já encheu de gente à espera que suba. Que não arreda.

E as paragens em todos os andares sem circulação de gente, só porque um dos presentes se lembrou de carregar nos botões todos. Será desleixo? Distracção? Ausência de capacidade funcional? Estão noutra? Não sabem para onde vão? Não querem saber?

Irritação menor, mas reveladora de algo. Algum antropólogo?

updown

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s