A Passeiadeira

tounapassadeira

Complemento à história de ontem, de como os cidadãos portugueses tendem para a selvajaria impune em espaço público. A história de ontem é trágica, esta é cómica (e verídica):

Há uns tempos, circulando na baixa do Porto, paro frente a uma passadeira para deixar passar uma senhora. Esta começa a atravessar de passo algo lento, enquanto texta uma mensagem no seu iPhun.

Eis senão quando, no meio da passadeira, resolve parar. Eu e outros à espera. Remexe os bolsos. Tira um cigarro. Abriga o isqueiro com o casaco. Tenta acender. Continua tranquilamente parada, a tentar acender o cigarro, no meio da passadeira.

Leva uma buzinadela minha, para que vá acender o cigarro para o passeio. Insulta-me: “VAI-TE $#&/%/)(&, TOU NA PASSADEIRA!!!”

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s