Cid, Cid…

Coitado do Cid, ninguém o compreendeu: estava apenas a tentar aplicar a técnica Trump para elevar a sua carreira a níveis estratosféricos – provavelmente a contar com uma onda de euforia e uma subida nos tops por cada aberração proferida. A brincar, a brincar… assim anda o mundo.
É evidente que o que Cid disse é intolerável – mais, é incompreensível. Mas é igualmente evidente que há um “habitus” mediático instalado que potencia estes desvairos, que exige o “folk devil” do dia.
De resto, acho muito bem que lhe puxem as orelhas.

trumpcid

Advertisements