Lei da Des-Alucinação

notvw

Aumento do som das TV durante a publicidade acaba hoje

Um dos principais motivos pelo qual quase não tenho visto canais nacionais nos últimos anos é a experiência auditiva próxima do insuportável que grassa pela televisão.

Vejo muito pouca televisão já de si, mas a barragem sonora extrema de cada vez que vem um bloco publicitário, onde até as vozes sussurrantes agridem por via da compressão acústica, faz-me sistematicamente mudar para canais de outras agendas menos eufóricas.

Convém no entanto lembrar que o mal não é exclusivo da publicidade: muitos programas imprimem agressão acústica no espectador de ordem equivalente. Preços Certos, Portugais em Festa e outros afins deveriam ser sujeitos à mesma lei – que, já agora, poderia ser chamada “Lei da des-alucinação”.

Advertisements